O Vietnã é Socialista? Explicado por uma Vietnamita.

Transcrição do video originalmente publicado em inglês por Luna Oi, uma militante comunista que nasceu no Vietnã. Tradução por Matheus Silva. Para assistir o video clique aqui.


Olá pessoal! Sou a Luna, e sejam bem vindos de volta a mais uma “Aula da Luna”!

Desde que comecei meu canal, conheci várias pessoas maravilhosas, de todas as partes do mundo, que tem dúvidas sobre meu país, Vietnã! É muito legal contar para vocês tudo sobre a cultura, história e culinária vietnamita. Eu também aprendi muito sobre seus países também! Isso é uma das coisas bacanas da internet. Podemos conversar com pessoas de todo o planeta e explorar outras culturas sem sair de casa. E obviamente, eu recebo muitas perguntas acerca do governo vietnamita, e isso é compreensível.

Sei que muitas pessoas na Europa e EUA conhecem pouco de como é viver em um país como o meu, que teve uma revolução comunista, que tem bandeiras com foices e martelos por todo lugar, que a mídia retrata de maneira negativa todas as vezes. Por isso, eu não me importo quando as pessoas me questionam sobre meu governo. É claro que você tem dúvidas sobre como funciona nosso governo e como é ser um cidadão do Vietnã e eu tirarei essas dúvidas.

Mas aí, tem comentários como esses:

– Uhh, você continua usando essa palavra “socialismo”… eu não sei se você sabe o que realmente significa.

– O Vietnã não é um país socialista!

– Eu sou um expert no Vietnã – Eu nunca fui pra lá, não sei nada sobre sua cultura, também não sei falar vietnamita.

– Mas eu passei HORAS no Reddit lendo threads de esquerdistas ocidentais sobre o Vietnã, e estou aqui para te dizer, EU SEI sobre o Vietnã!

– Eu sei sobre socialismo! O Vietnã NÃO É socialista! Pare de dizer que o Vietnã é socialista!!! O Vietnã não é socialista!!!

Lembrem-se crianças: Reddit, jamais.

Ok, então um bando de esquerdistas ocidentais gostam de me ensinar sobre o meu próprio país e eu não estou dizendo que estou certa só porque sou vietnamita. Mas gostaria de ressaltar que conheço várias coisas que você jamais poderia saber, justamente porque eu falo vietnamita! Infelizmente, tem muito material sobre o Vietnã que nunca foi traduzido para o Inglês e claro, eu tive a experiência de crescer e viver aqui por quase 30 anos. Então, finalmente, tentarei responder à pergunta mais feita no meu canal: O Vietnã é socialista?

Portanto, sente-se, relaxe e se prepare para um monte de história e teoria.

Como devem saber, a pandemia do COVID-19 está piorando a cada dia especialmente nos países capitalistas desenvolvidas como os EUA e vários países europeus, felizmente, o Vietnã é um dos únicos países que estão fazendo um bom trabalho na contenção do COVID-19. Recentemente, estive tentando explicar os motivos do Vietnã estar fazendo um ótimo trabalho, mesmo sendo um país pobre e em desenvolvimento. Claro que tem várias razões, mas ao meu ver, a principal delas é o socialismo. O Vietnã é um país socialista.

Lessons from Vietnam's Covid-19 experience, from the sanitary to the  geopolitical fronts - Asia Power Watch

Veja, eu sei que muitos de vocês são céticos com relação ao caráter socialista do Vietnã. Pessoas na esquerda dizem que o Vietnã não é verdadeiramente socialista, somos “Capitalismo de Estado”, e não somos diferentes dos outros países capitalistas. Pessoas na direita dizem que as coisas positivas no Vietnã são frutos do capitalismo, e tudo o que é ruim é fruto do comunismo, tenho que lidar com esse tipo de comentário todos os dias!

Há muita confusão sobre o socialismo vietnamita. Mas, antes de dizer o motivo de eu considerar o Vietnã um país socialista, temos que falar sobre a palavra “socialismo”. O que é socialismo?

Bem, é complicado porque diferentes indivíduos e ideologias atribuem diferentes definições do que é socialismo. Até famosos teóricos socialistas, em diferentes tempos históricos, atribuíram diferentes definições a palavra socialismo. Até Karl Marx, Lênin e Ho Chi Minh, três dos mais importantes socialistas da história, tinham diferentes definições de socialismo. Primeiramente, vamos ver em Marx.

As ideias de Marx acerca do socialismo são complicadas, e as pessoas discutem sobre o que ele escreveu por mais de cem anos. Mas basicamente, ele defendia que após a derrubada do capitalismo, não podemos ir diretamente à uma sociedade comunista sem Estado e Classes Sociais. Deveria existir um período de transição, onde os trabalhadores caminhariam de uma sociedade com Estado a uma sem Estado. Não deveria ser um Estado Burguês com “gestores” da classe trabalhadora, deveria ser um Estado totalmente diferente, com novas regras e valores. Marx falou algumas vezes de Ditadura do Proletariado, e esse termo é incompreendido na maioria das vezes.

Defensores do capitalismo dizem que isso demonstra que o socialismo é ditatorial, mas o que Marx quis dizer é que ao invés de termos uma ditadura da minoria capitalista sob os trabalhadores, s trabalhadores, como maioria, deveriam controlar o poder social até que as classes sociais fossem eliminadas. Então, esse período de transição entre “Com Estado” para “Sem Estado”, é o que Marx chamou de socialismo. Isso é complicado, e estou simplificando os argumentos, mas esse é o resumo das ideias de Marx.

Agora, vamos falar de Lênin, um autor cuja teoria foi muito influente para o desenvolvimento vietnamita. Lênin também disse que o socialismo é o período de transição após o capitalismo. Lênin escreveu que o socialismo derrotaria o capitalismo, pois ele é capaz de criar uma sociedade democrática. Milhões de vezes mais democrática e produtiva do que a democracia burguesa. Lênin escreveu que gostaria que a URSS fosse o Estado socialista que iria derrotar o capitalismo. Agora, você pode concordar ou discordar se a URSS realmente alcançou esses objetivos. Não é do que estou falando, estamos falando do Vietnã, e é impossível falar do socialismo vietnamita sem falar de Ho Chi Minh!

Uncle Ho Chi Minh and Lenin | Vietnam art, Propaganda posters, Vietnam war
Poster vietnamita destacando Ho Chi Minh e Lênin.

Ho Chi Minh leu vigorosamente Marx, Lênin e muitos outros autores socialistas, e então, desenvolveu sua própria definição de socialismo para o Vietnã. Isso é importante de se entender. A definição de socialismo de Ho Chi Minh foi especificamente desenvolvida para o Vietnã, e somente para o Vietnã. Ele disse: “Gostaria de explicar de uma maneira que vocês possam entender, o socialismo é uma sociedade que, continuamente, melhora a vida física e espiritual das pessoas, principalmente dos trabalhadores”. Ele também disse que transformar uma sociedade como o Vietnã em uma sociedade socialista, não era tarefa fácil e o elemento mais importante para essa transformação é a mudança da ideologia, dos valores e dos modos da classe trabalhadora em ideologia, valores e modos socialistas. Este é um dos pontos mais importantes do pensamento Ho Chi Minh sobre o caminho revolucionário do Vietnã.

Como devem saber, o Vietnã ganhou a guerra contra os EUA em 1975. E querem saber? Assim que saíram, os EUA aplicaram um pesado embargo no Vietnã. O Vietnã estava devastado. Os EUA e seus aliados “bombardearam-nos rumo à idade da pedra” por décadas e assim que conquistamos nossa independência, os EUA forçaram o mundo todo a virarem as costas para nós. A URSS naquela época, era o único país que tentou nos ajudar. Nos enviaram comida, fertilizante, máquinas e mais coisas. Eles ajudaram capacitando nossos engenheiros, pois nosso sistema educacional foi destruído, e basicamente não tínhamos mais escolas. Na verdade, meu pai foi um dos 200 “sortudos” engenheiros que tiveram a chance de serem educados e treinados na URSS entre 1975-1978.

De qualquer modo, sei que muitos de vocês tem muitas críticas à URSS. Eu mesma tenho muitas críticas à URSS. Mas é um fato inegável que eles foram a única nação poderosa no mundo que se ofereceu para ajudar o Vietnã até os anos 80. Então, durante 10 anos após nossa independência, tentamos construir uma autêntica sociedade comunista, tentamos nacionalizar todas as empresas, evitar usar dinheiro. Minha mãe tinha 20 anos na época, e ela descreve o período assim:

As pessoas na vila trabalhavam juntas e compartilhavam tudo, não existia salário, e ao invés disso, ela recebia “selos” todo mês, ela levava esses “selos” em lojas para trocar por comida, roupas, fertilizantes, etc. Ela disse que todo mundo era muito pobre, mas era uma época divertida e menos estressante, em minha opinião, aquele sistema poderia ter funcionado plenamente caso nosso país tivesse recursos naturais suficientes, infraestrutura decente, se nosso povo tivesse acesso à educação avançada e o mais importante, teria funcionado caso o resto do mundo concordasse em negociar conosco, assim como com qualquer outra nação.

Mas infelizmente, a realidade naquela época não era muito diferente disso. Na verdade, a situação que o Vietnã teve que lidar entre os anos 70 e 80 de tomar a decisão de construir uma sociedade autenticamente comunista, “do zero”, sozinhos, em um mundo hostil, se tornou impraticável, porque não tínhamos quase mais nenhum recurso natural.

Principalmente porque o Agente Laranja foi lançado em todo o Sul do Vietnã, com o objetivo de destruir nossas florestas, plantações e fontes de água. Para aqueles que não sabem, os EUA lançaram 80 milhões de litros de veneno tóxico no Vietnã, 61% desse veneno foi o Agente Laranja, que inclui mais de 366kg de Dioxina, uma das substâncias mais tóxicas que os seres humanos conhecem, você pode matar 8 milhões de pessoas com apenas 85 gramas de Dioxina.

Ao mesmo tempo, eles bombardearam à “idade da pedra” o Norte do Vietnã e como consequência, muitas cidades, incluindo minha cidade natal, tiveram que reconstruir tudo. Na minha cidade, Thanh Hoa, quase todos os prédios são novos, comparados com outras partes do Vietnã e sim, é porque minha cidade foi completamente devastada pelas bombas americanas. Portanto, construir uma autentica sociedade comunista era muito complicado. Construir qualquer tipo de sociedade seria muito complicado naquelas circunstâncias.

Nosso governo iria admitir que, naquela época, eles careciam de experiência e tentaram cedo demais construir a sociedade perfeita, que era impraticável, devido às condições materiais de nossa nação. Lembrando que, logo após nossa guerra com os EUA, tivemos outra guerra com o Khmer Vermelho no Camboja. O Camboja tinha um terrível ditador chamado Pol Pot, que estava matando civis do Vietnã e do Camboja, entre 1975-1978, Pol Pot invadiu, torturou e matou milhares de vietnamitas sem nenhuma razão. Os líderes vietnamitas da época tentaram negociar com ele pacificamente, mas ele se recusava a negociar.

Em 1979, Pol Pot enviou cerca de 190 mil soldados para invadir o sul do Vietnã, e não tivemos outra escolha a não ser nos defender, pelos próximos 6 anos, O Khmer Vermelho foi apoiado pelos EUA, China e Tailândia. Esse terrível regime matou milhões de pessoas do Vietnã e Camboja. Ou seja, o Vietnã já estava em péssimas condições graças à guerra com os EUA. E, de repente, teve que enviar milhares de tropas para o Camboja para lutar contra Pol Pot.

Whatever happened to: Vietnam's forgotten veterans
Soldados vietnamitas em Kampong Cham, no Camboja.

Foi uma época tenebrosa, e o Vietnã foi muito mal tratado por todo o mundo. Mais uma vez, as nações poderosas e ricas estavam trabalhando em conjunto para prejudicar o Vietnã. Mas sabem de uma coisa? O Vietnã era o único país, no mundo todo, que ajudou o Camboja naquela época, e, ironicamente, fomos muito punidos e mal tratados pelos outros países por termos feito isso, pelo fato de que muitos países queriam que o Khmer Vermelho ganhasse, com o objetivo de derrotar nossa revolução comunista. Bom, sorte nossa, o Vietnã ganhou, e o Khmer Vermelho teve que fugir e muitos de seus líderes foram levados ao Tribunal Europeu de Justiça. Caso queria saber mais sobre isso, dê uma olhada nos links na descrição. E no filme da Angelina Jolie: “First They Killed My Father” (2017).

Resumindo, nos anos 80, China, países ocidentais e asiáticos tomaram isso como uma desculpa para isolar, bloquear e aplicar um terrível embargo no Vietnã, e se isso não bastasse, logo que vencemos Pol Pot, no final dos anos 80 e início dos anos 90, a URSS estava colapsando. Nosso único aliado não nos ajudaria mais, eles não puderam nem ajudar a si mesmos. Portanto, tivemos que achar nosso próprio caminho para sobreviver, enquanto os EUA e o resto do mundo nos pressionava.

Por isso implementamos as reformas “Doi Moi”. As reformas Doi Moi foram uma série de reformas que aconteceram no início dos anos 90 no Vietnã. De acordo com o Partido Comunista do Vietnã, as reformas Doi Moi são definidas como:

A transição de uma economia de planejamento central subsidiada para uma economia de mercado variada. Ela segue mecanismos de mercados sob a gestão do governo e tem uma orientação socialista.

Por que fizemos isso? Foi porque, de repente, percebemos que o capitalismo é superior ao comunismo? Não. Os motivos são complicados e incluem pressões externas e conflitos internos referentes às nossas guerras com a França, Japão e EUA. Nós derrotamos os capitalistas na guerra militar, mas eles continuavam atacando na guerra econômica e sem aliados, era muito complicado de vencermos. Além de apoiar Pol Pot contra o Vietnã, os EUA aplicaram um severo embargo contra nós, e claro, as instituições capitalistas mundiais contribuíram com essa guerra contra o socialismo vietnamita.

Instituições financeiras como o Banco Mundial, Organização Mundial do Comércio e o FMI, são instituições imperialistas que forçam o capitalismo nas nações periféricas, eles fazem isso oferecendo empréstimos e apoio financeiro às nações em desenvolvimento, mas com a condição que estas nações desregulem seu mercado e deixem que o capitalismo se espalhe em seu território. Aqui está um gráfico do Banco Mundial que mostra suas exigências:

– Desmantelamento da agricultura coletiva em favor de um sistema com famílias individuais como a unidade básica;

– Liberalização do comércio doméstico de arroz;

– Fim do controle de preços;

– Redução do tamanho do serviço público;

– Eliminação de barreiras comerciais, incluindo tarifas de importação;

– Mudança da decisão acerca do comércio internacional do âmbito estatal para o âmbito empresarial;

– Permissão para que um número maior de empresas engajem diretamente com comércio internacional;

O Banco Mundial forçou o Vietnã a dar mais poder às empresas capitalistas e especificamente às empresas estrangeiras, ou seja, eles queriam aumentar a capacidade dos países ricos de “imperializar” o Vietnã e caso o Vietnã recusasse, não teria nenhum apoio econômico. O Vietnã teve que ceder às exigências do Banco Mundial pois estávamos em uma situação desesperadora. É claro, não foi só o Banco Mundial. Veja o que o FMI nos solicitou antes de fornecer ajuda financeira ao nosso país:

No futuro, para colher todos os benefícios da crescente integração econômica e financeira do Vietnã, o governo precisará continuar investindo em infraestrutura pública essencial, especialmente em setores nos quais há pouco espaço para investimentos privados viáveis.

Eles disseram que deveríamos investir em infraestrutura pública. Isso parece bom, certo? Óbvio que é bom para qualquer país investir em infraestrutura pública. Porém, eles lançaram essa logo em seguida:

Ao mesmo tempo, regulações que podem travar o investimento em projetos do interesse de agentes privados domésticos ou internacionais devem ser retirados.

Estão vendo? O capitalismo não oferece nada para alguém de graça. Tudo tem um preço, e as nações imperialistas desenvolvidas sempre saem ganhando. Mas ainda não acabou. O FMI também exigiu que o Vietnã gastasse menos na garantia do bem-estar do povo vietnamita. Minimizar o gasto do governo. Minimizar o gasto do governo em subsídios. Minimizar as contas salariais do governo. Minimizar as pensões do serviço público e os gastos com segurança social.

As instituições burguesas exigem que as nações em desenvolvimento negligenciem severamente seu próprio povo em troca de receber a ajuda financeira (desesperadamente) necessária e não esqueçam que esses são empréstimos que devem ser pagos com juros! Isso não é caridade. É guerra econômica. É uma forma de violência. Muitas pessoas, ao redor do mundo, morreram vítimas dessa imposição da política de austeridade, e por conta desses empréstimos predatórios.

Em 2007, nos tornamos membros da Organização Mundial do Comércio, a OMC. Parece um progresso, não? Mas na verdade, foram essas atitudes que tivemos que tomar, como membros, tivemos que reduzir as tarifas de importação, para até 0%, para muitos produtos essenciais, como máquinas, carros, motos, bebidas alcoólicas, carnes, remédios etc. Talvez nos primeiros cinco segundos ao ouvir isso, você possa pensar que é um algo positivo, porque os produtos importados seriam mais baratos e os consumidores podem ter mais opções. Livre mercado! Maravilhoso, não?

Mas não, não é. Por exemplo, tarifas menores para carros farão o preço diminuir, e várias pessoas vão poder comprar carros, mas, na verdade, nossa infraestrutura não é desenvolvida o suficiente para suportar tantos carros. O planejamento urbano de Hanoi e da Cidade de Ho Chi Minh foi pensado para algumas milhares de carros, não milhões. Nosso governo tinha tarifas altas sobre carros, pois o objetivo era absorver esses carros à um ritmo condizente com a infraestrutura, ter mais carros do que a infraestrutura suporta, resulta em grandes engarrafamentos. E isso é exatamente o que vem acontecendo em grandes cidades do Vietnã, especialmente Hanoi e a Cidade de Ho Chi Minh. Lembrem-se, o Vietnã sempre teve um ótimo transporte público.

Vehicles overwhelming Hanoi
Engarrafamento em Hanoi.

Também temos uma cultura que valoriza as motos, e várias de nossas estradas foram projetadas especificamente para motos, elas não são largas o suficientes para aguentar vários carros aglomerados. Claramente seria muito bom melhorar essa infraestrutura, porém isso demanda tempo e dinheiro. O governo vietnamita estava usando as altas tarifas para importação de carros para financiar essas melhorias, mas agora, não temos mais essa opção, e o gerenciamento acaba se tornando mais difícil.

A queda das tarifas de importação também incentivou as pessoas a importarem, o que gerou um déficit na balança comercial isso significa que nossa economia vai depender dos outros países. E isso é um elemento fundamental do imperialismo: Forçar-nos a exportar nossos produtos para o resto do mundo, o mais barato possível, enquanto aumentam nossa dependência dos países capitalistas ricos e desenvolvidos.

Os capitalistas chamam isso de concorrência, mas eles se esquecem de dizer que a competição é sempre moldada em seu benefício, então, em meados dos anos 90, começamos a perceber que não poderíamos construir nossa sociedade comunista na realidade material que nos encontrávamos. Nossa infraestrutura nunca se recuperou totalmente das devastadoras guerras contra França, Japão, EUA, Cambodja e até da invasão chinesa de 1979 estávamos em uma situação desesperadora, e estávamos sozinhos, não tínhamos os recursos necessários para construir a sociedade que gostaríamos. Ao mesmo tempo em que não queríamos viver em uma sociedade capitalista, as reformas Doi Moi eram vistas como a única opção que restava para resistir ao capitalismo. Tivemos que mudar para um sistema que combinasse princípios socialistas com reformas capitalistas. Tivemos que permitir que alguns elementos do capitalismo existissem para sobrevivermos e fazer os outros países negociarem conosco. Mas não desistimos de nosso objetivo final: Comunismo.

Enfim, por conta desses motivos elencados, que decidimos pelas reformas Doi Moi, não foi porque preferimos o capitalismo, mas sim, porque se não fizéssemos ao menos um pouco do que as nações capitalistas estavam exigindo, estaríamos destruídos, então é totalmente compreensível que, atualmente, muitos de vocês vejam o Vietnã como uma mistura de socialismo, comunismo e capitalismo, Lênin previu essa situação, e chegou a mencionar isso em alguns de seus textos. De acordo com Lênin, para atingir o comunismo, teríamos que passar por um período de transição que ele chamou de socialismo. As reformas Doi Moi foram inspiradas na NEP de Lênin. Colocarei um link na descrição caso queira mais informações sobre isso.

Portanto, tivemos que deixar o capitalismo “entrar”, para que nós pudéssemos sobreviver, e de acordo com o Partido Comunista do Vietnã, estamos em um período de transição rumo ao comunismo, e chamamos esse período de transição de: socialismo.

Por isso o Vietnã tem o nome de República Socialista do Vietnã, mas este não é meramente um nome que denominamos a nós mesmos, estamos trabalhando arduamente, a todo momento, para que nossa sociedade se torne cada vez mais socialista, nosso governo está oficialmente comprometido a lutar pelo comunismo. A ideologia oficial do Vietnã ainda é o Marxismo Leninismo e o Pensamento-Ho-Chi-Minh. Mas o que isso significa exatamente?

Bom, o governo vietnamita possui 8 “direções” oficiais que almejam para a sociedade, o partido acredita que caminhando nessas direções, chegarão ao comunismo:

1 – Ter uma economia moderna, com pessoas educadas, proteção dos recursos naturais domésticos e proteção do nosso meio ambiente

2 – Desenvolver uma economia de mercado de orientação-socialista

3 – Construir uma cultura vietnamita que mantenha nossas boas tradições, melhore a vida de nosso povo e promova justiça social

4 – Assegurar a segurança pública, a segurança nacional e a ordem pública

5 – Lidar pacificamente, democraticamente e cooperativamente com os outros países

6 – Construir um socialismo democrático com unidade nacional

7 – Construir um governo socialista amparado na legalidade, de acordo com princípios marxistas, que existe pelo e para o povo

8 – Construir um Partido Comunista forte e puro

Estamos construindo as condições materiais para esse fim, e infelizmente, por sermos um país em desenvolvimento, isto pode demorar um longo período de tempo, nossa meta é cumprir esses requisitos materiais em 2050, e então, começaremos a transição para uma sociedade sem Estado e sem classes, uma sociedade comunista. Como evidência de que realmente estamos no caminho socialista, aqui estão alguns elementos socialistas que funcionam bem no Vietnã:

– Temos meios efetivos de estabilização dos preços de comidas e outras necessidades materiais, vejam meus outros vídeos para mais detalhes;

– Temos sistema de saúde e educação acessíveis

– Temos praticamente 25.000 cooperativas cujos donos são os trabalhadores, por todo o Vietnã, incluindo cooperativas nas áreas da agricultura, transporte e industriais de pequena escala

– Cerca de 50% das fazendas no Vietnã são de propriedade coletiva, com mais de 6 milhões de membros de fazendas cooperativas

– O governo atualmente possui cerca de 700 empresas de áreas essenciais como água, energia, construção, internet, etc. É por isso que serviços de internet, água, eletricidade e gasolina são muito baratos aqui, são muitos os benefícios para quem entra em uma cooperativa.

– E o governo vem encorajando cada vez mais as pessoas a entrarem ou fundarem cooperativas novas.

Por exemplo, se você quiser abrir uma empresa de transporte privada é muito difícil conseguir a licença comercial necessária, fora as outras papeladas necessárias. É bem complicado. Mas se você quiser entrar em uma cooperativa na área de transporte, você terá todo o apoio necessário, o governo vai te ajudar a lidar com a papelada, ajudar com as finanças, dar conselhos sobre os negócios etc.

Na verdade, é uma maneira do nosso governo incentivar as pessoas a ingressarem nas cooperativas, descomplicando a burocracia para os membros de cooperativas. Outro exemplo: Minha mãe trabalha na agricultura. Ela entrou na cooperativa de sua vila, então, sempre que há uma praga perigosa para a plantação, ela é informada e aconselhada sobre o pesticida certo a ser usado e se ela não tiver dinheiro suficiente para comprar fertilizante ou arroz para a próxima safra, ela sempre pode ir à cooperativa e pedir ajuda, ao ingressar na cooperativa, ela também se beneficia do programa de estabilização de preços de arroz. Ele ajuda os agricultores e consumidores vietnamitas Caso queria saber mais sobre como esse programa ajuda os agricultores, veja o vídeo que fiz sobre esse programa!

Mais cedo no vídeo, disse como Ho Chi Minh acreditava que o mais importante na construção de uma sociedade socialista, era a existência de uma mentalidade socialista nas pessoas.

Até hoje, o Vietnã vem trabalhando duro para construir valores socialistas em sua sociedade, toda escola vietnamita tem em seu currículo escolar o ensino do Marxismo-Leninismo e do Pensamento Ho-Chi-Minh, escolas primárias, Ensino Médio e até minha universidade de administração exigem instruções sobre teoria e filosofia socialista.

Eu estudei teoria socialista dos meus 6 anos até me formar na faculdade, o ensino do socialismo começa com pequenas histórias para crianças, e então vai se complexificando, se desenvolvendo em aulas formais da ideologia marxista-leninista e pensamento Ho-Chi Minh no Ensino Médio e Universidade.

Essas são consideradas aulas fundamentais, e os estudantes devem passar nelas caso queiram se formar, portanto, todo cidadão vietnamita é oficialmente ensinado no marxismo, leninismo e pensamento Ho-Chi Minh durante o período escolar. Logo, não deveria surpreender você que nossa Assembleia Nacional cita Marx, Lenin, Ho Chi Minh e a URSS em quase todas as reuniões, e sim, temos algumas proeminentes figuras liberais, que defendem o capitalismo. Mas a grande maioria de nós ainda é marxista e leninista, se quer saber mais sobre isso, fiz alguns vídeos acerca de nossa Assembleia Nacional, vou deixar na descrição.

Para os vietnamitas, os valores socialistas são parte fundamental de quem somos, ao longo de 4.000 anos de história estou confiante em dizer que o povo vietnamita sempre teve uma natureza muito socialista, temos profundas raízes socialistas em nossa história e cultura, éramos socialistas antes mesmo da palavra “socialismo” ser inventada, o povo vietnamita sempre foi muito coletivista. Tradicionalmente, ajudamos uns aos outros, cuidamos uns dos outros e colocamos os interesses coletivos acima dos individuais, fomos ensinados que o egoísmo e o individualismo eram ruins, e que deveríamos agir com base nos benefícios às outras pessoas. O próprio Ho Chi Minh tem uma frase sobre isso:

“Uma nação, um partido, uma pessoa pode ter sido ótima ontem, mas hoje eles podem deixar de ser amados e elogiados caso seus corações deixem de ser puros, caso mergulhem no individualismo.”

E eu concordo com Ho Chi Minh. É claro, eu acredito que todos devem ter liberdade, e que possamos nos expressar livremente e viver nossas vidas como bem entendermos, contanto que não machuquemos ninguém. O individualismo jamais deve ser o princípio que rege uma sociedade e isso é algo que a grande maioria de nós concorda. Mais uma vez, Ho Chi Minh:

“Individualismo é ligar apenas para seu próprio benefício, independentemente de seu impacto na comunidade, É como dizer, eu sou rico, não ligo para as pessoas pobres, o individualismo gera preguiça, comparações, arrogância, inveja, corrupção, é o inimigo da moral revolucionária socialista”

O individualismo não é parte da natureza humana. Ele foi desenvolvido artificialmente em sociedades onde um pequeno número de pessoas possui os meios de produção, onde um pequeno grupo detém todo o poder, onde as pessoas são escravizadas em prol do lucro, onde as pessoas colocam seus ganhos individuais acima dos coletivos.

Seres humanos, como outros animais, são muito mais propensos à cooperação, quando não tem que lidar com uma realidade desesperadora como a que o capitalismo gera, eu realmente acredito nisso. Meu namorado, EJ, tem vídeos científicos muito interessantes acerca da cooperação, vou deixar na descrição.

Se querem evidências mais fortes de que o povo vietnamita é intrinsecamente socialista e coletivista, é só ver o que está acontecendo agora por conta dessa pandemia, os vietnamitas estão dispostos a usar máscaras, permanecer em casa sem reclamar, diferentemente das pessoas nos EUA e Europa. Por que? Todo mundo sabe que usar máscaras é desconfortável e inconveniente. E é um fato que pessoas mais jovens não estão no grupo de risco, então, pra que sacrificar a própria conveniência?

Essa é a mentalidade individualista.

A maioria dos vietnamitas sabe que ninguém tem certeza de estar infectado ou não. Logo, para proteger outras pessoas, as pessoas que amamos, estamos dispostos a sacrificar nosso bem-estar individual para proteger a nossa comunidade. Não fazemos isso apenas para proteger nós mesmos. Não é movido por egoísmo. A maioria dos vietnamitas quer, realmente, proteger as outras pessoas.

Vietnam, North Korea, politics and Covid-19: The numbers tell a story

Estamos, gratuitamente, oferecendo testes, distribuindo comida e provendo abrigo para os estrangeiros em quarentena. Estamos fazendo nosso melhor para que todos fiquem seguros e confortáveis nesses tempos difíceis, mas mesmo antes desse problema, há várias evidências da nossa cultura socialista, temos hortas comunitárias por toda parte. Se há espaços vazios em estradas ou vilas, as pessoas simplesmente vão lá e plantam seus vegetais para compartilhar. Por exemplo, a casa da minha mãe está localizada perto do centro médico de sua vila, e eles possuem uma grande horta lá

Minha mãe, os vizinhos e os doutores que vivem ali decidiram plantar, juntos, vegetais e plantas medicinais, as portas sempre estão abertas para todos, as hortas comunitárias são algo tão normal no Vietnã que ninguém questiona. É “natural”. Você vê um espaço vazio, você cultiva comida lá. É assim há centenas, até milhares de anos.

Ouvi de algumas pessoas que me assistem que nos EUA é ilegal cultivar uma horta comunitária em terra vazia, você pode ser preso por invasão e algumas pessoas ricas que cultivam hortas comunitárias nos EUA ficam com raiva porque os sem-teto estão roubando comida. Isso é totalmente estranho para mim. Não consigo imaginar alguém sendo preso por cultivar alimentos ou por ter uma horta comunitária e ficar incomodado quando pessoas esfomeadas pegam a comida que você está cultivando

Nossos governos locais no Vietnã até incentivam as pessoas a usar a terra vazia em torno de suas casas para cultivar alimentos e eles fornecem gratuitamente: aconselhamento, sementes, redes e outros equipamentos para os jardineiros da comunidade. Vou colocar um link na descrição, mas infelizmente, está em vietnamita. Existem muitos outros exemplos de nossa cultura socialista e da presença do socialismo em nosso governo, mas se eu tentasse listar todos neste vídeo, levaria muito tempo.

Por enquanto, espero que você entenda que o Vietnã está, realmente, em um período de transição de transição socialista, os corações do povo vietnamita são socialistas e coletivistas, temos várias políticas sociais socialistas, temos milhares de cooperativas que empregas milhões de pessoas e também temos muitas políticas anti-imperialistas pra lutar contra as grandes corporações internacionais.

Farei mais vídeos acerca destes pontos, no futuro próximo. Então, sim, para mim, o Vietnã atende todos os requisitos básicos para ser considerado uma nação socialista. Definitivamente não é perfeito. Tem muitos, e muitos problemas e a maioria desses problemas, deriva do capitalismo. Mas estamos fazendo nosso melhor para ajudar nosso povo a liderar o país rumo ao nosso objetivo: o Comunismo.

Levará muito tempo para chegar lá – nós sabemos – mas manteremos para sempre nossa esperança e continuaremos trabalhando rumo aos objetivos comunistas. Espero que antes do nosso prazo oficial de 2050, estamos trabalhando duro hoje, para que nossos descendentes possam ter um futuro melhor, de qualquer forma, onde quer que você esteja, espero que fique seguro e cuide dos outros.

Muito obrigado a todos que assistiram, e se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe nos comentários.

Vejo vocês semana que vem. Tchau, tchau!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close